category: 263
category: 37
category: 68
category: 85
Ação Social para moradores do 3º BI, na Venda da Cruz, São Gonçalo - Site do bairro da Engenhoca

Ação Social para moradores do 3º BI, na Venda da Cruz, São Gonçalo

cidade.jpg
Ação Social para moradores do 3º BI, na Venda da Cruz, São Gonçalo

Desabrigados do Morro do Bumba, que moram no local, tiveram atendimento de saúde, orientação sobre educação, habitação, programas sociais e atividades recreativas

Os moradores do Morro do Bumba, abrigados no 3º Batalhão de Infantaria (BI), no Bairro Venda da Cruz, em São Gonçalo, receberam ontem a ação social coletiva organizada pela prefeitura de Niterói, através das Secretarias de Cultura,

Assistência Social e Direitos Humanos, Saúde, Educação, Ciência e Tecnologia e de Esporte e Lazer. Foram realizadas medidas preventivas de saúde, orientação sobre educação, habitação, programas sociais, a estimulação dos jovens através de oficinas e atividades recreativas.

O objetivo da ação é promover a integração dos moradores do 3º BI junto às secretarias, oferecendo assistência às famílias e estimulando os jovens por meio de oficinas de iniciação musical, teatral, de dança, audiovisual e de artesanato. Através da iniciativa do produtor cultural Alexandre Wacker, foram exibidos cinco curtas-metragens, sendo duas animações e três de ficção. De acordo com o secretário de Cultura, Arthur Maia, a pretensão é tornar a ação junto no 3º BI em um projeto contínuo de atendimento.

“Estabelecemos um bom diálogo com os moradores e resolvemos ajudar na formação do grupo musical, esse foi o nosso primeiro contato. Estamos aqui para somar e pedimos às pessoas que quiserem participar com a doação de roupas, brinquedos, colchões e sapatos, que procurem a secretaria”, explica Arthur Maia, que fez um levantamento das demandas do 3º BI, sendo apresentado pelos moradores a vontade de acesso a iniciativas como cursos de informática, cabeleireiro, manicure, aulas de música, de dança e ainda o auxilio para entrada no mercado de trabalho.

Pela Saúde estiveram envolvidos na ação cerca de 50 profissionais, divididos em dois turnos. O atendimento contou com três especialidades médicas, Clinica Médica, Ginecologia e Pediatria, sendo realizados testes rápidos de HIV e sífilis, aferição de pressão arterial, medição de glicose, exames preventivos, vacinação, entre outros. O Centro de Controle de Zoonoses também se fez presente, vacinando os animais de estimação dos moradores e os que estavam soltos no local.

As famílias também receberam orientações sobre habitação e cadastramento nos programas de auxilio do Governo do Estado, como o Bolsa Família. 

“Nós contamos com o apoio da Policlínica Regional da Engenhoca, que providenciou a participação das Unidades Básicas da Engenhoca e do Morro do Castro, além do Programa Médico de Família. Isso ajuda a integrar os moradores do 3º BI às unidades de atendimento localizadas próximo ao local das unidades habitacionais, permite que eles desde agora já mantenham contato, porque eles são moradores de Niterói e quando essa situação provisória terminar eles serão atendidos pela Saúde do município”, explica o vice-presidente da Fundação Municipal de Saúde, Gustavo Rodrigues.

O encerramento do evento ficou por conta do grupo de pagode formado por jovens que moram no BI, incentivados pela doação de instrumentos musicais de percussão conseguida pelo secretário de Cultura e que a partir da data do evento receberão aulas do professor e músico-terapeuta, Sérgio Chiavazzoli. “Estávamos aqui sem nada para fazer e já pensávamos em montar um grupo, mas só tínhamos um violão. Agora com os instrumentos a nossa vontade é sair por ai e fazer shows, crescer”, diz o integrante do “Revolusamba”, Luan dos Santos Rosa, de 21 anos.

Projeto – O secretário de Cultura, Arthur Maia, anunciou durante o evento no 3º BI a formatação do Projeto Semente, que tem como objetivo levar o teatro para as comunidades de Niterói, com espetáculos e cursos de formação. O projeto acontecerá entre 15 de outubro e 15 de dezembro, em quatro comunidades ainda a serem escolhidas.

Além disso, a ação realizada junto aos moradores do Bumba também terá desmembramento, o projeto Arte e Ação, já programado para acontecer no Morro do Estado, dia 13, na Vila Ipiranga, 19, na Comunidade do Jacaré, dia 27, e com data a ser definida para novembro para o Morro do Céu. 



Fonte: http://jornal.ofluminense.com.br