category: 263
category: 37
category: 67
category: 85
Começa em maio choque de ordem no Largo da Batalha - Site do bairro da Engenhoca

Começa em maio choque de ordem no Largo da Batalha

Ação no Largo da Batalha vai combater a desordem urbana, principalmente nas ruas próximas à Policlínica Regional. Foto: Marcelo Feitosa
Começa em maio choque de ordem no Largo da Batalha

Promessa é do secretário de Segurança e Ordem Pública, Marcus Jardim, que vai levar a operação Calçada Livre para a região e anuncia também o cadastro dos ambulantes

O Largo da Batalha vai receber um choque de ordem na primeira quinzena de maio. A promessa é do secretário de Segurança e Ordem Pública de Niterói, Marcus Jardim, que vai levar a operação Calçada Livre para a região. A ação vai combater a desordem instalada principalmente nos arredores da Rua Reverendo Armando Ferreira, área próxima à Policlínica Regional. A localidade é alvo constante das reclamações dos moradores.

“Quando assumimos encontramos o ordenamento urbano na cidade dilacerado, bem como a segurança na esfera que compete ao município. Daí surgiu a ideia do programa Calçada Livre”, explica Jardim, que buscou parcerias com outras secretarias para colocar a iniciativa em prática.

A operação começou por Icaraí, na Zona Sul. “Tiramos jardineiras e obstáculos, respeitando a história das localidades”, lembra.
Conversas com a secretaria de Assistência Social resultaram em um programa que visa ao recolhimento de moradores de rua e dependentes químicos encontrados durante a operação.

“Não podemos ser agressivos, mas temos que ser o Estado presente, amparados na legalidade e legislação, tentando oportunizar momentos de busca, trabalhando pesado no acolhimento”.

Após o Largo da Batalha, a operação deverá ocorrer no Centro, dando suporte ao projeto municipal de revitalização do bairro.
“Essa será a terceira etapa do processo massivo de atuação da secretaria, já que as duas primeiras estão nos ordenamentos de Icaraí, e, a partir de maio, no Largo da Batalha”, frisa.

Durante a ação no Centro, além da remoção de moradores de rua, também será realizado o cadastramento de camelôs.

Ronda escolar

Além do choque de ordem nos bairros, a Secretaria de Segurança e Ordem Pública reativou, em parceria com a de Educação, o patrulhamento das escolas no início deste mês. Parado desde 2009 e com um aporte financeiro de R$ 300 mil para a compra de novas viaturas, o objetivo é garantir a segurança do perímetro de 74 unidades de ensino do município, incluindo Unidades de Educação Infantil (UMEIs). Agora, o serviço funcionará com 20 guardas-municipais que, nos três turnos, atuarão nas proximidades das escolas com sete veículos para patrulhamento e três para supervisão geral. Entre as áreas mais problemáticas, ele cita o Bairro de Fátima, Engenhoca e outras localidades onde há atuação de tráfico de drogas no entorno das escolas.

“Levamos nossos agentes às escolas, evitando que pessoas das comunidades ou de fora coloquem a vida desses alunos em risco. Trabalhamos com a hipótese de expandir os serviços com aporte financeiro no âmbito estadual, federal ou até particular, adequando necessidades do nosso roteiro, já que é bem recebido pelas comunidades”, disse.

Noite

Marcus Jardim também anuncia ações de ordenamento na noite de Niterói, relacionadas ao desrespeito à Lei do Silêncio e ao uso indevido das calçadas com colocação de mesas e cadeiras. Além disso, haverá combate à grande quantidade de ambulantes que atua irregularmente na noite de Niterói.

“Esses vendedores serão cadastrados e, uma vez abordados sem autorização, receberão multa e terão o material apreendido”, garante o secretário.



Fonte: http://jornal.ofluminense.com.br